Mulheres de água

Mulheres de água

Comentário:
Confesso que esse foi meu primeiro livro sobre o universo feminino com um olhar
masculino, sempre tive um grande receio sobre homens escrevendo sobre mulheres e suas
histórias. Mulheres da água é do autor Brasileiro Gabriel Chalita que é um advogado,
jurista, professor, escritor, membro da academia de letras paulista e político brasileiro tem
mais de 60 livros publicados. Nesta obra encontramos 22 contos independentes que trazem
a complexibilidade da essência de cada uma das mulheres relatadas, ele trata da alma
feminina, como o autor mesmo fala. Leia mais

Vamos ler livros de autores nacionais?

Vamos ler livros de autores nacionais?

Fui surpreendida por um desafio da autora brasileira, Tay Lopes, que me chamou a atenção por que era algo muito simples, mas gerou uma inquietação e fiquei com uma interrogação bem grande na minha mente, o que me levou a escrever esse post!

Quantos livros nacionais você já leu? Você já deu chance para um livro brasileiro esse ano? Poucas pessoas dão oportunidade para livros nacionais!

Eu sei que é difícil mudar essa realidade, temos muitas barreiras, os best-sellers estrangeiros já chegam no brasil com grande prestigio, além da pouca divulgação dos livros brasileiros. A conclusão é que o cenário não é nada favorável. Mas vamos tentar mudar isso, por este motivo estou aqui escrevendo essas palavras e dou espaço para entrevistas e divulgação de autores aqui no blog. É pouco? Sim, entretanto precisamos contribuir com a disseminação da literatura brasileira.

Gente, é o nosso povo, nossa gente, é a nossa terra! A partir do momento que você ler o primeiro livro brasileiro, você vai perceber que existe muito talento, você vai se surpreender e não vai se arrepender.

E aí gostou?

O Jardim das Borboletas

O Jardim das Borboletas

Esse livro foi o primeiro suspense da minha vida, é uma trilogia nomeada “Coleccionador”. Logo depois de ler a sinopse, fiquei curiosa para saber o enredo da história, acabei antecipando a leitura e não me arrependi pois foi super envolvente.

A livro começa em uma sala de interrogatórios, o agente do FBI Victor Hanoverian, não sabe se pode confiar em Maya, uma sobrevivente e também uma das principais personagens. A história é revelada aos poucos com o depoimento de Maya, confesso que fiquei ansiosa, queria logo saber de todos os detalhes do jardim. ( Demorou )

Não consegui acreditar no que estava sendo contato, minha imaginação me fez sentir raiva, muita raiva, consegui imaginar todos os cenários e ter náuseas em alguns momentos

“À noite, o Jardim era um lugar de sombras e luar, onde se podia ouvir com mais clareza todas as ilusões que o transformavam naquilo que era. Durante o dia havia conversas e movimento, às vezes jogos ou canções, e isso disfarçava o som dos canos a transportarem água e nutrientes através dos canteiros, das ventoinhas que faziam circular o ar. À noite, a criatura que era o Jardim largava a sua pele sintética para revelar o esqueleto por debaixo.”

Eai, gostou? Ficou curioso? O Jardim das Borboletas é o primeiro volume de três livros que contam uma perturbadora história de busca de crianças desaparecidas.

SINOPSE:

Perto de uma mansão isolada, existia um maravilhoso jardim. Nele, cresciam flores exuberantes, árvores frondosas… e uma coleção de preciosas “borboletas”: jovens mulheres, sequestradas e mantidas em cativeiro por um homem brutal e obsessivo, conhecido apenas como Jardineiro. Cada uma delas passa a ser identificada pelo nome de uma espécie de borboleta, tendo, então, a pele marcada com um complexo desenho correspondente. Quando o jardim é finalmente descoberto, uma das sobreviventes é levada às autoridades, a fim de prestar seu depoimento. A tarefa de juntar as peças desse complexo quebra-cabeça cabe aos agentes do fbi Victor Hanoverian e Brandon Eddinson, nesse que se tornará o mais chocante e perturbador caso de suas vidas. Mas Maya, a enigmática garota responsável por contar essa história, não parece disposta a esclarecer todos os sórdidos detalhes de sua experiência. Em meio a velhos ressentimentos, novos traumas e o terrível relato sobre um homem obcecado pela beleza, os agentes ficam com a sensação de que ela esconde algum grande segredo.

Nome: O Jardim das Borboletas (The Butterfly Garden)
Voume: 1, The Collector
Autora: Dot Hutchison
Editora: Planeta
Ano: 2017

 

A escritora Taymara, conta um pouco da sua trajetória!

631-331-9054

1) Quem é Taymara? Por que você escreve?
A Tay é uma mulher que as vezes acha que parou em algum lugar no tempo. Quer dizer, eu sei que cresci, as decisões que tomo e as responsabilidades que o passar do tempo me trouxe são impossíveis de ignorar, mas de certa forma sinto que continuo sendo a mesma pessoa. Escrever é o meu refúgio. Me liberta de coisas que quero deixar pra lá, me ajuda a assimilar coisas que tenho que enfrentar, me ajuda a entender coisas que parecem não ter sentido e me transporta para lugares que eu nunca havia visto antes. Eu conheço lugares que nunca fui e conheço também lugares que não existem de verdade. Mas eles existem pra mim. E as vezes eu vivo lá também.
2) Para você, escrever é?
Parte de mim. Sem isso eu não seria quem sou.
3) O que foi determinante para que você se tornasse um escritor?
Eu escrevo desde pequena. Acho que já nasci assim sabe? Não teve “algo” que me fez querer escrever. Eu era do tipo que pedia agendas de fim de ano e escrevia cartas para me declarar ao cara pelo qual eu era apaixonada até os meus 17 anos de idade. Muito imaturo para a maioria dos meus amigos, mas eu simplesmente me dou melhor com as palavras quando posso colocá-las em um papel.
4) O que motiva você como escritor?
Saber que eu posso me expressar da forma em que me sinto feliz fazendo isso.
5) Fale do seu livro?
Atualmente tenho 2 livros publicados. Ambos pela Editora Maresia. O primeiro deles é Depois do fim. Uma história de superação onde um músico perde o amor da sua vida em um acidente de carro e encontra na companhia de uma estudante de psicologia que não acredita em romances um motivo para começar de novo. O outro livro se chama Bree e conta a história de uma garota tão tímida quanto doce que busca refúgio nas palavras enquanto o mundo ao seu redor desmorona por conta dos erros cometidos pelos seus pais. Bree passa a lidar com problemas na escola, problemas em casa e com um amor não correspondido por um cara que antes foi seu melhor amigo.
6) Que mensagem para um jovem escritor?
Não escreva pensando na aprovação das pessoas. é frustrante querer agradar todo mundo. Escreva pra você e faca o melhor que puder. Os leitores sabem quando algo é feito de coração.
7) Onde podemos adquirir seu livro?
Você pode comprar o formato digital de Depois do fim no site da Editora Maresia e o livro físico de Bree diretamente comigo.
8) Você trabalha em algum projeto atualmente? 
Sim! Estou começando a buscar editora para publicar um outro livro meu chamado Noite eterna (atualmente disponível no Wattpad, conta @tayclopes) e vou lançar um conto em um livro de contos pela Editora Fragmentos em um projeto bem legal com vários jovens autores nacionais com o grupo Pelas Entrelinhas
 Informações do autor:
e-mail: bar spade
Instagram:  /www.instagram.com/taylopesl/?hl=en (@taylopesl)
Bjos!
Tay

Tay, primeiramente muito obrigada pela entrevista, e também por presentear o mundo com seus livros. A literatura brasileira precisa de mulheres como você, parabéns!

A autora do livro Nova Drasskun, responde:

9892600120

1) Quem é Laura? Por que você escreve?

Laura Freignham não é meu verdadeiro nome. Laura nasceu dentro de um ônibus quando a Brigitilene, heroína do meu primeiro livro, surgiu para mim no que foi a primeira cena do livro Nova Drasskun.  Desde então passei a escrever dentro da condução. Milhares de coisas passam na minha cabeça ao mesmo tempo e cada uma delas estou transformando em livros!

No momento estou escrevendo três histórias ao mesmo tempo, que juntas formam o universo DrassKun, com crossovers e personagens que acabarão se encontrando em determinado momento.

Na minha cabeça há muitos livros pedindo para sair. Dois deles já estão no Wattpad: Nova Drasskun e a obra que está nascendo em inglês mas que logo começarei a traduzir para o português, que é o “An Almost Impossible Love”.

2) Para você, escrever é?

É sonhar construindo mundos para que outros possam viver neles também. Escrever é convidar pessoas a expandirem seu próprio mundo. É evolução!

3) O que foi determinante para que você se tornasse um escritor?

Não sei. Surgiu. Acho que fui escolhida para escrever essas histórias.

4) O que motiva você como escritor?

O que aprendo com as histórias que escrevo.

5) Fale do seu livro?

Nova Drasskun é um livro que nos convida a olhar o mundo em que vivemos de uma forma diferente, questionando o que é a realidade que nos cerca e também questionando nossas próprias escolhas.

Ele conta a história de uma jovem que se divide entre o mundo chique da zona sul do Rio de Janeiro e uma tradicional favela carioca com todos os problemas que podem existir nela. O que nossa heroína não imaginava é que ela sempre esteve de centro de uma disputa intergaláctica pela Terra, sendo ela mesma uma criatura híbrida alienígena que precisa escolher seu lugar em meio à tudo isso.

Mas ela não está sozinha…. nem nós.

6) Que mensagem para um jovem escritor?

O que posso dizer aos novos escritores é: não se cobrem e não julguem sua obra. Simplesmente escrevam e deixem a história fluir. Coloquem o coração na obra e não somente a mente. Escrita é arte, é liberdade, é paixão e comunhão.

7) Onde podemos adquirir seu livro?

O livro está em fase final de divulgação da obra completa no Wattpad, mas até o final do mês estará disponível para compra na Amazon. Por força do contrato de exclusividade, somente poderei deixar até 10% da obra disponível em outra plataforma que não a Amazon.

Assim que eu puder disponibilizar o link da Amazon, ficarei super feliz em compartilhar com você e com os leitores do blog.

Segue o link para leitura através do Wattpad:

/www.wattpad.com/story/106955195-nova-drasskun

8) Você trabalha em algum projeto atualmente?

Na verdade, em vários!

Drasskun é um projeto imenso, um universo que envolve mais de dez livros e inúmeros contos. Além do universo Drasskun, estou desenvolvendo um romance pra lá de inacreditável, uma outra obra de ficção científica que se passa em um universo alternativo, três livros infantis que escrevo sob outro pseudônimo, e mais um punhado de histórias e projetos.

Minha cabeça está um tumulto só! Rsrsrs

Pretendo disponibilizar esse material também no Wattpad e através da Amazon

Estou muito animada!

Muito obrigada pela entrevista, desejo a você muito sucesso. SEMPRE que precisar do blog, Um Livro, Um Caso de Amor, basta entrar em contato, seu espaço é garantido para divulgar seu livro e futuros projetos, Bjo no <3

(905) 712-1326

Extraordinário

Hoje vou começar a resenha de uma maneira diferente, depois de um longo período de férias, estou de volta, quero desejar a todos um ótimo 2018, com muita paz, saúde, prosperidade e muitos mas muitos livros.

No Natal ganhei do meu namorado, o livro “Extraordinário”, fiquei super curiosa porque estavam todos falando do livro e também do filme. E realmente mexeu muito comigo, principalmente o final, fiquei super emocionada com o discurso do Sr. Buzanfa, e algumas lágrimas rolaram. E realmente eu acredito na gentileza e como ela transforma o mundo e as pessoas.

O livro conta a história de um garotinho extraordinário e muito divertido, de apenas 10 anos que carrega uma maturidade incrível. Ele nasceu com uma síndrome genética cuja a sequela é uma deformidade facial, que lhe impôs diversas c Leia mais

Mario Miranda, autor do Livro “ Reflexões Em Um Dia De Velório”

7185521643

Mario Miranda, autor do Livro “ Reflexões Em Um Dia De Velório” , aceitou a responder algumas perguntas para o blog, Um Livro, Um Caso De Amor. O livro trata-se de um gênero de ficção que abrange a solidão do ser humano, retrata a vida do ser humano “individualista” onde focamos nos problemas irrelevantes e sem muita importância, até o momento que levamos um choque de realidade e descobrimos a verdadeira maneira de viver. Confesso que não li o livro, mas apenas a sinopse, me deixou super curiosa.

1) Quem é Mario Miranda? Por que você escreve?

Mario Miranda é alguém que se apaixonou tardiamente pela Literatura! Eu comecei a me dedicar a leitura
de ficção a partir dos 19 anos, quando um colega universitário me indicou uma obra de Dostoiévski –
Recordações da casa dos mortos – e que foi paixão a primeira vista! Desde então venho me dedicado
intensamente a leitura de obras Russas, Francesas, Inglesas e Brasileiras!
O ato de escrever foi uma atitude de autoconhecimento, de busca de melhor compreensão de mim, dos
meus sentimentos. Foi uma arqueologia do meu eu.

2) Para você, escrever é?

Escrever é dar uma voz aos meus sentimentos e sensações, é compartilhar uma visão de mundo. É levar
ao leitor uma nova visão, é, talvez, falar algo que ele sinta sem saber ainda como se expressar.

3) O que foi determinante para que você se tornasse um escritor?

A escrita ela foi uma evolução do meu eu. Foi sentir que eu tinha algo a dizer, e não havia uma palavra a
expressar. Foi uma vontade de materializar tudo o que eu sentia, tentando me reler buscando não apenas
respostas, mas principalmente perguntas que eu ainda não havia me colocado.

4) O que motiva você como escritor?

A vontade de buscar cada vez mais a compreensão do meu eu, minhas motivações e origens dos meus
sentimentos, anseios e necessidades.

5) Fale do seu livro?

Meu livro surgiu de uma experiência de perda – não necessariamente de morte, conforme eu
inclusive cito nas Palavras do Autor ao término do livro – de uma memória que me era cara.
Desta maneira, eu comecei a realizar uma reflexão literária sobre como e o porquê decidimos
(ou não) levar a vida que levamos. O quanto nos prendemos as questões superficiais em nossa
vida, sem nos ocuparmos com aqueles pontos que são realmente importantes para nós.

6) Que mensagem para um jovem escritor?

Perseverança. Preocupe-se, antes de sucesso, reconhecimento ou fama, em escrever um livro que lhe
agrade. Ocupe-se em desenvolver um livro que você leria.
E não desista a primeira barreira: um livro, mesmo que mal escrito, ainda é muito superior a um livro não
concluído.

7) Onde podemos adquirir seu livro?

Meu livro encontra-se disponível no site da Editora Semente Editorial, responsável pela publicação do
meu livro, e na Amazon.
/www.amazon.com.br/Reflex%C3%B5es-em-um-dia-vel%C3%B3rio/dp/8563546473/ref=sr_1_1?
ie=UTF8&qid=1515415508&sr=8-1&keywords=Reflex%C3%B5es+em

Reflexões em um dia de velório

8) Você trabalha em algum projeto atualmente?

Estou, em conjunto com a Semente Editorial, já editando o 2o livro, que está já escrito. Trabalhamos com
a previsão de publicação para Maio/Junho.

E iniciei um terceiro livro, em dezembro, que pretendo que seja um fechamento deste ciclo literário,
iniciando um novo ciclo de busca e compreensão.

Informações do autor:
e-mail: marioacm@gmail.com
instagram: /www.instagram.com/marioacmiranda/?hl=pt-br

Entrevista com a autora Carla Maria

Entrevista com a autora Carla Maria

1) Quem é Carla Maria? Por que você escreve?

Bem… Carla Maria é uma doida que sempre acorda com projetos diferentes e ideias inovadores para transformar o mundo e acaba o dia escrevendo mais um capítulo no Wattpad. Tenho 19 anos e curso Letras – Inglês (o que inicialmente não era meu sonho, mas se tornou minha realidade, minha transformação), moro no interior de SP, literalmente onde Judas perdeu as botinas, e sonho em um dia publicar um livro.

Escrevo porque é o mais perto de liberdade que sinto.

2) Para você, escrever é? 

Escrever é expressar-se, libertar a mente, ser transparente, transcender.

3) O que motiva você como escritor? 

O que me motiva como escritora, sem dúvidas, é o apoio das pessoas. Verem elas gostarem e pedirem por mais capítulos, os elogios, as críticas construtivas.

4) Fale do seu livro? 

“Cristalina me lembra a água, a mar, a brisa quando se põe o sol, a um amor sincero e recíproco, e a você?

Nesse livro você encontrará poemas de duplo sentido. Entre o amor e a beleza da água.”

Cristalina é a primeira obra que decidi mostrar para o mundo (ou pelo menos 0,0001% dele rs) . Nasceu no improviso, depois que mostrei um poema para alguns amigos.

“Se transformasse nosso relacionamento em coisas materiais, você seria como boias. A sua presença, permite que não me afunde nas minhas tristes profundezas. Me estabiliza, me mantém firme. Me traz a segurança de que ali eu posso descansar. Sem medo de me afundar […] “

— Me estabiliza – Cristalina

A repercussão de início foi incrível, o que me deu mais vontade de continuar.

 

“Mar, meu querido, Mar

Me leve mais próxima do meu amor

E eu prometo sempre enunciar

Todas as vezes que meu amor

Em poesia me transformar […]”

— Mar, meu querido, Mar – Cristalina

Cristalina é um obra concluída, com apenas doze capítulos. Criada no dia 14/12/17 ganha grande visualizações chegando, no momento, a quase 600.

5) Que mensagem para um jovem escritor? 

“Eu penso e escrevo. Eu escrevo e leio. Não importa se ficou bom ou não! Só importa que eu pus a mente par funcionar!”

6) Onde podemos adquirir seu livro?

Meu livro pode ser encontrado, no momento, apenas no aplicativo Wattpad.

Confiram: /my.w.tt/UiNb/tpThMOtlxJ

 

7) Você trabalha em algum projeto atualmente? 

Meu atual projeto é minha nova obra “Astronomia: o amor em 8 fases” (902) 310-8518 também é um livro de poemas. Inspirados no nosso sistema solar.

Quem sabe publicar “Cristalina” até o começo de 2019.

Informações do autor: Carla Maria é uma iniciante no mundo do “escrever” com um perfil no Wattpad, escreve  poesias sobre as beleza da água e o sistema solar.

E-mail: (800) 905-8731

Facebook: fb/ferreiracarlamaria

9163714482

3196602494

   “A primeira coisa que gostaria de dizer é “obrigada”. Não só a Harvard me conferiu uma honra extraordinária, como a semanas de medo náusea pensando neste discurso de formatura me fizeram emagrecer”.

   Vidas Muito Boas, é um livro curto e ilustrativo, o discurso de J.K. Rowling como paraninfa de formatura em Harvard, no ano de 2008. Rowling conta para os formandos, a sua vida real, seus medos e fracassos, e de uma maneira muito otimista, fala sobre as vantagens de fracassar e viver de verdade assumindo riscos.

“O fracasso me deu uma segurança interior que jamais obtive nas provas. O fracasso me ensinou coisas sobre mim mesma que eu não poderia ter aprendido de outra forma”.


Leia mais

Hoje vai ser diferente

5037594980

Pra ser sincera eu nunca tinha ouvido falar da autora Maria Semple, acabei encantada pela capa do livro, comprei e amei a história por que a narrativa é maravilhosa e os personagens são muito bem construídos. Hoje vai ser diferente é narrada na primeira pessoa que acontece em 24 horas, com fatos do passado que se misturam com o presente.

Eleanor Flood é uma mulher que está na faixa etária dos 50 anos, ela mora em Seatle, é casada com Joe, tem um filho chamado Timby e um cachorro chamado Ioio. Sua vida já caiu na rotina e precisa ou pelo menos está tentando resolver seus problemas.

7133224648